Tratamento para Bipolaridade

O transtorno bipolar, também conhecido como doença maníaco-depressiva, é um transtorno cerebral que causa mudanças incomuns no humor, na energia, nos níveis de atividade e na capacidade de realizar as tarefas do dia-a-dia.

O transtorno bipolar atinge cerca de 4% das pessoas em idade adulta. O número de pessoas diagnosticadas com este quadro pode chegar a 6 milhões de pessoas no Brasil.

Existem quatro tipos básicos de transtorno bipolar. Todos eles envolvem mudanças claras no humor, na energia e nos níveis de atividade. Esses estados de humor variam de períodos de comportamento extremamente “ascendente”, exaltado e energizado (conhecido como episódios maníacos) a períodos muito tristes, “baixos” ou sem esperança (conhecidos como episódios depressivos). Os períodos maníacos menos severos são conhecidos como episódios hipomaníacos.

Tipos de Transtorno Bipolar

Transtorno Bipolar I – definido por episódios maníacos que duram pelo menos 7 dias, ou por sintomas maníacos que são tão graves que a pessoa precisa de cuidados hospitalares imediatos. Geralmente, episódios depressivos ocorrem também, tipicamente durando pelo menos 2 semanas. Episódios de depressão com características mistas (com depressão e sintomas maníacos ao mesmo tempo) também são possíveis.

Transtorno Bipolar II – definido por um padrão de episódios depressivos e episódios hipomaníacos, mas não os episódios maníacos desenvolvidos acima.

Desordem ciclotímica (também chamada ciclotimia) – definida por numerosos períodos de sintomas hipomaníacos, bem como inúmeros períodos de sintomas depressivos de pelo menos 2 anos (1 ano em crianças e adolescentes). No entanto, os sintomas não atendem aos requisitos diagnósticos para um episódio hipomaníaco e um episódio depressivo.

Outros Transtornos Bipolares e Relacionados Especificados e Não Especificados – definidos por sintomas de transtorno bipolar que não correspondem às três categorias listadas acima.
Sinais e sintomas

As pessoas com transtorno bipolar experimentam períodos de intensidade não usuais, mudanças nos padrões de sono e níveis de atividade e comportamentos incomuns. Esses períodos distintos são chamados de “episódios de humor”. Os episódios de humor são drasticamente diferentes dos modos e comportamentos típicos da pessoa. As mudanças extremas na energia, na atividade, e no sono vão junto com os episódios do modo.

Às vezes, um episódio de humor inclui uma junção de sintomas maníacos e depressivos. Isso é chamado de episódio com características misturadas. Pessoas experimentando um episódio com características combinadas podem se sentir muito tristes, vazias ou sem esperança, ao mesmo tempo em que se sentem extremamente energizadas.

A bipolaridade pode estar atual mesmo quando as oscilações de humor são menos extremas. Por exemplo, algumas pessoas com transtorno bipolar experimentam hipomania, uma forma menos grave de mania. Durante um episódio hipomaníaco, um indivíduo pode se sentir muito bem, ser altamente produtivo e funcionar bem. A pessoa pode não sentir que algo está errado, mas a família e os amigos podem reconhecer as mudanças de humor e / ou mudanças nos níveis de atividade como possível transtorno bipolar. Sem tratamento adequado, as pessoas com hipomania podem desenvolver mania severa ou depressão.

Estr. do Alto, 116 - São João Novo

Vargem Grande Paulista

Horário de Funcionamento

Todos os dias!

(11) 95048-6652

Chamar no WhatsApp

(11) 4714-1670

Ligar Agora